05 janeiro, 2007

Ela Dança, Eu Danço (Step Up)




Os erros de tradução sempre estiveram presentes no cinema. Vez por outra somos pegos por expressões irreconhecíveis e mesmo por gagues que não fazem o menor sentido para nós. Na maioria das vezes, são pequenos deslizes que não impactam profundamente o entendimento. Mas há casos mais sérios. O nome brasileiro escolhido para o filme Step Up é um desses casos. A expressão inglesa significa “tomar a frente”, que pode ser entendido, no contexto da dança que o filme apresenta, como apresentar-se para dar o primeiro passo de uma dança. Também significa voluntariar-se a algo, também coerente com a fita. O nome “traduzido”, porém, preferiu utilizar o título de uma música de popularidade temporária e gosto duvidoso. Assim, o filme aqui tornou-se “Ela dança, eu danço”.

Uma parte do público afasta-se da produção apenas por ela ter esse nome. Desnecessário dizer que o filme está muito além da música que lhe empresta o título. Ainda que não se trate de uma obra prima que arrebatará prêmios mundo a fora, a tradução torta não lhe faz justiça. A história é uma velha conhecida: um rapaz pobre e sem futuro comete um erro que lhe abre uma chance de, daí pra frente, passar a acertar. A trama foi colocada no contexto de uma escola de artes, mas especificamente na dança.

A abertura do filme é um belo paralelo entre as danças clássica e moderna, apresentando ambas com o mesmo vigor e valor. À parte o elenco “Barrados no Baile” de jovens americanos bonitos e atléticos, e as complicações e soluções típicas das películas para adolescentes, a parte da dança é muito bem apresentada. A diretora, Anne Fletcher, até então atuara apenas como coreógrafa e coadjuvante em algumas produções, e aqui demostra que pode segurar um elenco. Nada de grandes atuações, mas nenhum grande problema também.

Na tradição de Dirty Dancing, Flashdance e do recentes Vem Dançar, Step Up não fica entre os primeiros, mas, digamos, perde com charme. Se você é aficionado por dança, vai gostar das várias cenas bem feitas e das coreografias idem. Se não esperar por muito além disso, vai também sair satisfeito do cinema.

Um comentário:

- * Doação disse...

aiiih
tbm axoo
step up nao tem nada a ver como titulo do filme !
mas agora eu ja sei o pq de o titulo ser meio ''esquisito''!